Meus top 5 livros de 2018

5. Em Busca de Sentido de Viktor E. Frankl

Frankl foi um psiquiatra austríaco-judeu que sobreviveu o Holocausto, e em neste livro ele divulga a sua experiência nos campos de concentração e os seus métodos usando psicoterapia para buscar o sentido de viver. Tendo passado por quatro campos diferentes, 1942-1945, Frankl tenta responder como a vida cotidiana dentro dos campos refletia a mente dos prisioneiros. 

Usando as suas próprias experiências e as experiências dos seus pacientes, Frankl argumenta que nós não podemos evitar o sofrimento, mas ao invés, podemos escolher como lidar com isso, achar um sentido e seguir em frente com propósito. O autor introduz a sua própria teoria, a logoterapia, que diz que o proposito da vida é a busca e o descobrimento do que nós pessoalmente achamos significativo.      

É uma bela leitura porque nos mostra como as nossas atitudes influenciam a maneira de como lidamos com a vida e com as situações difíceis. Também nos mostra o poder do humor e da esperança em um dos eventos mais desumanos do século XX. 

4. O Pequeno Príncipe de Antoine de Saint-Exupéry 

Este ano eu finalmente li um dos livros mais conhecidos e traduzidos mundialmente,O Pequeno Príncipe. Eu me prometi lê-lo no original francês, e para minha sorte achei um exemplar aletoriamente o ano passado, na livraria Shakespeare a synové em Praga

O narrador da história é um piloto que sofre um acidente e o voo dele cai no deserto do Saara, um fato que realmente aconteceu com o Antoine de Saint-Exupéry. No deserto ele encontra o pequeno príncipe, que começa a contar para o piloto sobre a sua vida. O livro é um clássico onde o pequeno príncipe conta porque ele deixou o seu pequeno planeta para viajar pelo universo. Deixando a sua zona de conforto, o pequeno príncipe passa por varias aventuras e encontros com as peculiaridades da vida adulta. 

Embora seja caracterizado como um livro infantil, O Pequeno Príncipe é filosófico com varias observações sobre a vida e o moral. Como adulto você captura os significados profundos e os conecta com a simplicidade e a inocência da criança interior. 

3. Para Educar Crianças Feministas – Um Manifesto da Chimamanda Ngozi Adichie

Chimamanda Ngozi Adichie nunca decepciona, e este livro não é uma exceção. Tudo começou quando ela recebeu uma carta de uma amiga perguntando-lhe como educar a sua filha a ser feminista, a reposta tornou-se este livro. São quinze sugestões explicando como empoderar uma filha e criar mulheres fortes e independentes. É uma leitura direta e com humor, oferecendo perspectivas, não só para meninas, mas também para meninos. 

Para mim a Ngozi Adichie é uma incrível e elegante escritora e palestrante. Recomendo a todos explorar seus livros, como Americanah e assistir as palestras dela no Ted Talk

2. Doutor Jivago de Boris Pasternak 

Censurado na União Soviética, Doutor Jivagoretrata a vida russa entre a Revolução Bolchevique e a Segunda Guerra Mundial, em uma história de romance e tragédia. O livro segue a vida do Yuri Jivago, um homem que passa por varias dificuldades durante sua vida.  É uma trama intricada que introduz várias personagens, com o Jivago testemunhando uma revolução e uma guerra civil, enquanto ele explora questões religiosas e filosóficas. 

Mesmo sendo uma história fictícia, o Boris Pasternak criou um livro baseado em acontecimentos reais, retratando a vida dos russos comuns durante um período complicado. Também é uma crítica a revolução que lentamente transformou-se em um regime autoritário, e nisso o Pasternak conseguiu capturar a complexidade humana. É um clássico da literatura russa que nos faz entender um capitulo importante da sua história.  

1. Sapiens: Uma Breve História da Humanidade de Yuval Noah Harari

Sapiens aprofunda a nossa compreensão de como a história moldou as nossas sociedades e as nossas personalidades. Yuval Noah Harari nos responde como o Homo Sapiens veio a dominar o mundo. Ele explora porque acreditamos em deuses, em nações, leis e direitos humanos, e também porque seguimos horários, capitalismo e burocracia. O livro conecta biologia, antropologia, paleontologia e economia, e também fala sobre a revolução conectiva, neolítica e científica.  

São questões complexas, mas o Harari consegue explica-las de uma maneira clara e compreensível. A história humana é explorada por todos os ângulos e esse livro é uma fascinante introdução a nossa própria evolução. Sapiensé seguido por dois outros livros,Homo Deus: Uma Breve História do Amanhã e21 Lições para o Século 21, ambos que estou muito empolgada a ler em 2019. 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s